Insanidade com o Robotmonkeyarm

robotmonkeyarm

O Robotmonkeyarm, dos Estados Unidos, é uma das bandas mais diferentes que já conheci. Os caras misturam tantas coisas diferentes no som que a combinação parece impossível, mas funciona surpreendentemente bem. Pra você ter uma noção, além do prog, as músicas incluem influências de surf music e soundtracks de filmes antigos (aqueles de espião).

Uma das coisas legais é que a banda lançou uma trilogia de EPs (com nomes curiosos, pra dizer o mínimo). Os discos são Robot Senza Nome​!​, Cinema Vomitif &The White Mask of Doom​!​ e In Memoriam to Those We’ve Lost and Those We Don’t Remember. Os três, apesar de diferentes entre si, acabam por se complementar, e poderiam facilmente formar um único disco.

Logo de cara você percebe que, além de criativos e com muito bom gosto, os músicos do Robotmonkeyarm são muito bons. Não é fácil fazer essa maluquice musical com uma carga de musicalidade tão grande, e os caras tiraram isso de letra. O experimentalismo presente nos EPs é fora do normal, e muito provavelmente você vai querer ouvi-los várias vezes pra pegar os detalhes.

A maioria das músicas não têm vocal, mas quando eles aparecem, são sempre engraçados ou inusitados de alguma forma, só que sem parecer brincadeira (o que é legal). Tem uma diferença na atmosfera dos 3 trabalhos, e o vocal acompanha isso. É como se fosse uma progressão.

Coloquei aqui o player do primeiro EP completo, mas você pode ouvir (e comprar) todos no Bandcamp do Robotmonkeyarm. Os links pra cada disco estão aqui:

Robot Senza Nome!
Cinema Vomitif & The White Mask of Doom!
In Memoriam to Those We’ve Lost and Those We Don’t Remember

Gostou e quer acompanhar o trampo da banda? É só curtir a página deles no Facebook.

Você pode gostar...