Prog e Viola Caipira num som excelente do Labbra

labbra

Recebi uma indicação de som espetacular pelo Twitter (aliás, se você ainda não segue a gente lá, agiliza isso aí. Não seja uma fábrica de vacilo). A banda em questão é a Labbra, que, pelo que saquei, atualmente está num formato binacional (tipo a usina de Itaipú, só que com música), se dividindo entre o Brasil e a Espanha.

Eles têm vários sons bacanas pra caramba (e muito diferentes entre si), mas tô passando aqui rapidão pra deixar com vocês uma música do Labbra que realmente fez meu dia. A faixa se chama Sinful Indecent, e é um prog com viola caipira. Eu acho o timbre de viola um dos mais bonitos e fascinantes que existem, mas antes de eu falar mais, bora ouvir aí.

Sinful Indecent mistura um fundo musical calmo e bem trabalhado com uma letra conflituosa e introspectiva. É legal essa contraposição porque você tá ouvindo tranquilo e, quando presta atenção no que tá sendo cantado, é meio que um “choque térmico”. A mistura deu um toque bem interessante pro som.

Como eu comentei lá em cima, outra coisa que eu gostei demais foi o uso da viola caipira. Sendo um dos meus instrumentos favoritos, foi de derrubar o sabiá do poleiro ouvir isso numa música prog. Ficarei bem feliz se eles seguirem com essa mesma linha de experimentalismo nas demais músicas do disco.

Se você tá a fim de conhecer uma banda cheia de nuances diferentes e muito interessantes, o Labbra é minha dica de hoje.
Labbra no Facebook

Você pode gostar...