Reconstruindo o mundo pop com o Dirty Loops

E se eu te falasse que gosto de uma música do Justin Bieber? Muita gente provavelmente deixaria de ler o blog, ou pior, colocaria fogo na minha casa (e com razão). Mas calma, antes de fechar o post e pegar gasolina e fósforo, quero que você conheça o Dirty Loops, banda de fusion nascida na Suécia.

A proposta do Dirty Loops é muito simples: transformar canções de artistas famosos como o próprio Justin Bieber, Britney Spears, Adele e tantos outros em algo realmente diferente. O fusion usado por esses caras é algo fora do normal. Cada vídeo é uma verdadeira aula de harmonia e improvisação. Saca só:

Outra versão que eu também gosto bastante é essa de “Rolling in the Deep“, da Adele. Os grooves, as quebras de tempo… tudo aqui se encaixa muito bem.

Com uma técnica invejável e uma criatividade completamente acima da média, o Dirty Loops mostra que é possível realizar qualquer tipo de “alquimia musical”. Não dá pra escolher um músico favorito nesse power trio, pois os três são excepcionais naquilo que fazem. Você pode encontrar mais material deles no canal oficial da banda no Youtube.

Atualmente, a banda está gravando seu primeiro álbum, mas com músicas próprias. Se “presos” a uma fórmula eles fazem esse tipo de coisa, mal posso esperar pra ver o que eles fazem em liberdade.

Site do Dirty Loops: www.dirty-loops.com

Você pode gostar...