Review: 3 Dias e 3 Noites, do Patavinas Jazz Club

patavinas_jazz_club

gafes-galvao-bueno

Bem, amigos do ProgPizza, voltamos em definitivo com maaaais uma rrrrrrrrrrresenha! Hoje vim trazer um disco que ganhei de presente do tecladista do Patavinas Jazz Club, o Mario Martins. Achei o material muito bom e resolvi trazer pra vocês degustarem. Se você gosta de jazz instrumental e tá a fim de conhecer um som novo, pega os fones de ouvido e bora lá!

3 Dias e 3 noites é o quarto disco do Patavinas. A banda tem 12 integrantes (o que é bastante incomum considerando o “padrão” atual), então pode esperar por uma variedade grande de timbragens e técnicas, além de solos bem bacanas com instrumentos de sopro.

Eles disponibilizaram uma breve prévia do CD, que resume o que eu quero dizer. Saca só:

Meu elemento favorito de 3 Dias e 3 Noites é o feeling das composições. Você se sente “em casa” ouvindo o álbum, tornando-o uma ótima companha pra quando você precisa relaxar, se inspirar ou mesmo enfrentar o trânsito (que foi basicamente onde eu ouvi o trampo algumas vezes seguidas. hahahahaha).

Mesmo sendo uma banda de jazz com muitos músicos, não tem aquela cara de big band clássica. As músicas, mesmo as mais agitadas, têm uma pegada mais smooth do que as big bands costumam ter. Aliás, as dinâmicas de 3 Dias e 3 Noites são interessantíssimas, e mostram a baita versatilidade dos músicos. Existem trechos que remetem de uma certa forma ao rock e outros que são levíssimos (e igualmente incríveis de se ouvir), fazendo de cada música uma experiência particular e cheia de personalidade.

Minhas favoritas são Morena, Conexão SP, O Nome do Sonho e Quem Te Convidou?. Todas são excelentes, mas essas me chamaram bastante a atenção. Se você curte jazz instrumental e tá a fim de ouvir algo diferente, 3 Dias e 3 Noites é minha dica de hoje. Você pode conhecer os outros discos da banda no site do Patavinas.

Patavinas Jazz Club no Facebook

Você pode gostar...