Review: Set Adrift, do Giant Gutter from Outer Space

giant_gutter_from_outer_space

Minha dica de hoje é pra quem gosta de um som mais cru e experimental. Essa é a proposta do duo Giant Gutter from Outer Space no seu primeiro EP, intitulado Set Adrift. O trampo é todo executado apenas com bateria e baixo, e embora alguns argumentem que a soma desses dois instrumentos “não é o bastante” para que uma música fique completa, não é o que acontece aqui. Essa é uma cozinha bem versátil. A estrutura livre das músicas, os efeitos de distorção e os acordes do baixo, somados às linhas da bateria, que preenchem bem a música, formam uma atmosfera pesada que, na minha opinião, vai prender os fãs desse tipo mais aberto de música.

Esse é um tipo de som bem incomum, e é o primeiro material do gênero que eu publico no site. Penso que alguns trechos aqui e ali com solos de outros músicos convidados talvez pudesse somar bastante ao trabalho da dupla em discos futuros, mas é inegável a coragem que eles tiveram de seguir com a ideia até o final, e torço pra que cada vez mais artistas tenham essa mentalidade, pois num mercado onde tudo é cada vez mais comercial, dar esse grito de liberdade é necessário para que continuemos evoluindo musicalmente.

O ponto alto de Set Adrift, pra mim, é a maneira como o duo encaixa partes excelentes de ambos instrumentos, seja de maneira mais “solo” ou ao mesmo tempo. A galera que é fã de um metal visceral vai encontrar uma coleção de ideias musicais muito boas.

Agradeço ao Giant Gutter por ter me enviado o EP pra dividir com a galera aqui no site.

Giant Gutter from Outer Space no Facebook

Você pode gostar...