Review: The Reason of Your Conviction

The+reason+of+your+conviction
Taí um desses discos que te deixa com orgulho de ser brasileiro. The Reason of Your Conviction se tornou um clássico inquestionável do metal brasileiro, e não é por acaso. O Hangar já era uma banda conhecida entre os fãs brasileiros, mas depois desse álbum as coisas tomaram proporções bem maiores. A complexidade do som e da temática abordada (que fala sobre um serial killer, suas ideias, maneiras de agir e sentimentos) são coisas que realmente te prendem e dão liga ao trabalho.

Tem algumas coisas interessantes de reparar, como por exemplo, a boa mudança no estilo da banda levando em conta os discos anteriores, a pequena narração de Arnaldo Antunes dizendo a “frase-chave” do disco (“E finalmente encontrei a paz através da dor e do sofrimento. De alguma forma a dor de dentro dos seus olhos é apenas o começo”) e o trabalho fantástico de cada integrante para tornar esse álbum no que ele é. The Reason, na minha opinião, foi um divisor de águas na carreira do Hangar, e apenas um disco de grandes proporções teria esse poder, ainda mais levando em consideração o talento, profissionalismo e criatividade de uma banda como o Hangar.

As músicas são todas pesadas, densas e têm um clima em comum. Os destaques, pra mim, ficam com a faixa título, Call Me in the Name of Death, Forgive the Pain, Forgotten Pictures e When the Darkness Takes You, músicas onde toda o virtuosismo e criatividade da banda são escancarados. Não tem como escolher as “melhores”, pois todas são excelentes, mas as que citei acima são faixas que realmente merecem sua atenção. O cd todo é agressivo, técnico pra caramba e intelectual em suas letras. A inspiração do Hangar nesse trabalho foi tão grande que você pode ouvir The Reason diversas vezes seguidas e sempre vai achar algo que ainda não tinha sacado.

Um nome que sempre é lembrado pelos fãs quando falamos de The Reason of Your Conviction é Nando Fernandes. Não tem jeito. Apesar da triste saída dele da banda, o cara deixou vocais fantásticos, como só ele seria capaz de fazer. Se você ouvir as demos do disco vai ver que, apesar do ótimo trabalho do Mike (antigo vocal), o disco ganhou outras proporções com a voz do Nando. A interpretação de toda a banda está excelente, e o timbre vocal do cara é realmente a cereja do bolo. Passa a impressão de que tinha que ser ele pra gravar o álbum.

Anos após seu lançamento, The Reason of Your Conviction ainda faz parte da vida de muitos fãs do metal brasileiro. Tenho certeza que ele continuará sendo um clássico da banda, desses que valem a pena serem revisitados por muito tempo.

Lineup do Disco:
Aquiles Priester (bateria)
Eduardo Martinez (guitarra)
Fabio Laguna (teclado)
Nando Fernandes (vocal)
Nando Mello (baixo)

Você pode gostar...